domingo, 18 de março de 2012

Um pouco de nostalgia para esfriar nossas cabeças

Antigamente, as figurinhas traziam personagens engraçados.
Claro, eu sempre ficava frustrado por nunca completar os álbuns de figurinhas, o que mostra que devo ser um parente do Stifler, ou então sou muito azarado mesmo.
Do fundo do baú, revirei cards e cards, e então achei uns bem antigos que até deram as caras por aqui.
E é exatamente disso que vou mostrar a vocês.
C'mon, follow my lead!
Dinosaurs Attack!
Começando com este clássico da Topps, criadora da aclamada linha de cards conhecida como Mars Attacks!
Eu só soube que os cards dos marcianos existiam quando eu vi no filme "Based on the cards from Topps Inc.", o que mostra que sou muito desinformado.
Bom, os cards dos dinossauros mostram que cientistas fizeram uma merda e levaram dinossauros para os tempos atuais.
E somos brindados com cenas grotescas, tais como: um cachorro sendo esmagado, a parte de cima da cabeça de um dinossauro sendo arrancada inexplicavelmente (segundo a imagem acima), além de vermos as entranhas de um homem de terno e gravata após ter sido pisoteado.
De fato, a série foi popular nos Estados Unidos devido à sua violência gore, o que indica que a Topps deve ter subornado alguns caras para não ter sua coleção banida.
Infelizmente, ela só foi banida aqui no Brasil, o que mostra que alguns advogados desocupados não tem o que fazer além de estragar a nossa diversão e banir Bully.
Se o jogo não fosse banido, Jimmy Hopkins esmagaria suas cabeças, seus desgraçados filhos da puta sem infância.
Garbage Pail Kids
Conhecida no Brasil como Gang do Lixo, a série de figurinhas da Topps foi famosa aqui com suas imagens bizarras.
E a gangue tinha um líder: Ike Nojo (conhecido nos Estados Unidos como... nem sei qual o nome dele, quem souber me avise nos comentários).
Aliás, hoje em dia, a série tirou sarro de coisas da cultura popular norte-americana, como Sarah Palin, Jabba the Hutt, Harry Potter, entre outros.
E ainda ganharam seu próprio filme, chamado The Garbage Pail Kids Movie.
O que se tornou um filme de terror, pois além do fato de todos os personagens anões terem a cara do Warwick Davis, o filme era uma diarreia imensa.
Não parecendo nem um pouco com a coleção escatológica de cards.
O sangue de Jesus tem poder!
Mars Attacks!
Ninguém (assim como eu) conhecia a coleção de cards.
Basicamente a série era no mesmo esquema de Dinosaurs Attack!, porém dessa vez o tema era ataque alienígena.
Não era lá essas coisas, mas mostrava uma violência bastante gráfica.
Claro, vindo de uma grande empresa como a Topps, a série se tornou um clássico!
Pois bem, em 1996, Tim Burton decidiu fazer um filme da coleção de cards.
E, de fato, deu muito certo, apesar do clichê.
Quer dizer, toda a computação gráfica, uma cultura country que nem mesmo puseram uma música de Jennette McCurdy (a atriz tinha exatos 4 anos) ou deixaram ela fazer uma pontinha.
De fato, se Marte Ataca! fosse refilmado hoje (nas mãos de Sam Raimi, eu espero), os marcianos morreram ouvindo Not That Far Away ou talvez ouvindo So Close, o que daria mais crédito na cantora.
Além de transformar marcianos em gelatina.
E era isso que eu tinha pra falar hoje.
Até a próxima, meus fãs nostálgicos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário