segunda-feira, 12 de março de 2012

Os melhores games de todos os tempos

Parece que o mundo gira em torno dos videogames.
E temos que concordar com isso, ou acaberemos sendo putinha do Caruso.
Enfim, eu sou viciado em videogames, o que me considera um nerd de marca maior, mesmo sendo fã n°1 do Batman e da Jennette McCurdy.
No artigo de hoje, selecionei games de Playstation 1, PlayStation 2, PlayStation 3 e PC, portanto nem vem reclamar se seu jogo preferido não está na lista.
Agora, sigam-me!
jackass: the game
"Oi, sou Johnny Knoxville e bem-vindos ao jackass!" Quem já viu o programa da MTV deve ter visto Knoxville falando essa frase na abertura de cada episódio. O reality show se tornou polêmico e ao mesmo tempo famoso por se tornar uma conduta de risco com manobras perigosas e outras coisas. Durante o fim da série, saiu o primeiro filme da série: jackass: the movie. Entre um filme e outro, saiu jackass: the game, uma versão mais bizarra e interativa do programa. Todos os participantes da série (exceto Bam Margera), incluindo o saudoso Ryan Dunn, emprestam suas vozes para suas versões digitalizadas. No game, você assume o controle de todos os jackass, inclusive o Wee Man! Cada fase possui uma espécie de stunt para fazer e, ao mesmo tempo fazer missões ocultas durante isso.
Eu poderia começar a debater isso, mas quero mais que se dane!
E o mais legal é que, durante o jogo, mostra-se os raios-X das partes quebradas dos malucos kamikazes da série.
Onde mais pode se ver ossos quebrados, versões ensanguentadas e computadorizadas dos integrantes, dançar de tanguinha numa loja de som, fazer rafting em um esgoto e outras coisas?
Graças a Deus existe o jackass!
Batman Forever: The Arcade Game
Um dos melhores games de beat-'em-up.
...
Eu sei que tem jogos melhores, não se meta!
Bom, o jogo é baseado no filme do Joel Schumacher, o que deu uma grande credibilidade ao mostrar uma versão em Full Motion Video do Batmóvel!
Raios, é só olhar pra foto acima e ver que eu não estou mentindo.
Basicamente, o jogo utilizou a engine de Batman Returns, o que mostra que os programadores passam por cima ao fazer um remake de um jogo de sucesso baseado em um filme TAMBÉM de sucesso!
Nada mais tenho a dizer sobre isso.
Batman: Arkham Asylum
Já falei deste game uma outra vez, então vou só resumir: jogo realista, baseado em um super-herói da DC Comics.
E o lado bom desses jogos sombrios é sua dublagem.
Diferentemente do Batman de Christian Bale (que parece arrotar quando fala), Kevin Conroy faz um perfeito Batman, com diálogos mais afiados que de um mafioso de um filme do Tarantino.
E, me desculpe, Heath Ledger, mas ninguém sabe fazer um Coringa melhor do que...
MARK HAMILL!
Raios, só ele sabe rir como o Príncipe Palhaço do Crime, o que deu um impulso na carreira do ex-Jedi.
E claro, aquelas cicatrizes do Coringa de Christopher Nolan são nitidamente falsas.
The Blair Witch Project Vol. I: The Rustin Parr
Uma espécie de Resident Evil que é baseado num filme que é uma cópia perturbadora de Holocausto Canibal. Em três volumes, a trilogia de games do filme lhe permite o direito de alterar a história do filme.
O único problema é que, a partir de um momento, ele fica diarreicamente difícil, com puzzles muito óbvios.
Agora só falta fazerem um jogo baseado na série Todo Mundo Odeia o Chris.
Já pensou controlar o Chris e o resto dos personagens?
Espero que seja um jogo de sandbox. Venderia milhares.
Até a próxima.

2 comentários:

  1. Tbm amo videogames, mas só gosto mesmo dos de carro!

    ResponderExcluir
  2. Quando possível, falarei sobre filmes de corrida!
    Por enquanto, a paciência é o limite!

    ResponderExcluir