quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Personagens ofensivos

Antes de mais nada, quero me desculpar por não atualizar o blog. Ultimamente, estou atolado de trabalho, ainda mais com a minha mudança, onde voltei para a minha terra natal gaúcha, mas esse mês não terão do que reclamar. Hoje em dia, todo tipo de desenho tem personagens que ofendem os estrangeiros (como Os Simpsons fizeram zoando nós, brasileiros), e posteriormente emissoras de TV (à cabo, inclusive) pararam de exibir desenhos e/ou episódios com estereótipos étnicos ou qualquer tipo de coisa que deixe os estrangeiros com raiva a ponto de banir ou censurar (a Embratur censurou o episódio O Feitiço de Lisa ao mostrar brasileiros retratados como macacos). Segue abaixo a lista de 9 personagens de desenhos ou filmes animados que foram criados com o propósito de "tentar" retratar como é o povo que está sendo zoado.
9º lugar - OS CORVOS (Dumbo)
Nos anos 40, os desenhos dos americanos achavam que os negros eram um pessoal baderneiro, que berrava e riam feito loucos, como mostrados no filme Dumbo. Os negros foram realmente retratados como corvos que riem histericamente e falam de forma histericamente altíssima, pois hoje em dia os negros falam como brancos honrados. Não tenho nada contra os negros, mas francamente Walt Disney! É essa mensagem que você passa às crianças americanas? Mostrando que negros são maloqueiros, histéricos, falam berrando e que são mais pretos que os corvos da imagem acima?
Nunca mais vocês verão desenhos da Walt Disney com os mesmos olhos, podem ter certeza.
8º lugar - MAMMY TWO-SHOES (Tom & Jerry)
Desde que me entendo por gente, sei que Tom & Jerry jamais foi um desenho politicamente correto (como Ren & Stimpy), mostrando a dona de "Tomas" (como ela chamava furiosamente o gato para puni-lo de uma forma cruel) como uma autêntica negra, com erros de dicção e tudo (em um episódio, ao expulsar Tom, ela soletrou O-U-W-T, ao invés de O-U-T, que quer dizer "fora"). Além disso, nenhum episódio teve a coragem de mostrar o rosto dela (só foi mostrado rapidamente em um episódio). Para Tom & Jerry não ser marcado como o desenho mais racista da televisão (em cada episódio, sempre que havia uma explosão, o personagem ficava com o rosto preto e lábios vermelhos), os desenhistas a refizeram como uma mulher branca. Mas gorda do mesmo jeito.
7º lugar - REI LOUIS (Mogli, O Menino-Lobo)
Walt Disney, o criador do Mickey Mouse e a sua patota, rompeu os limites da animação infantil e criaram um estereótipo de um africano, mostrando como um ser de boca grande e rosto marrom. Além disso, o filme (que deveria ser infantil) o mostrou como um festeiro gordo e comilão, devorando melancias com uma dentada só e esvaziando cachos de bananas chupando de uma vez só (no bom sentido, pessoalzinho louco por sexo). E ainda esgaçando os lábios para falar uma ou outra piada de duplo sentido referente aos negros. Como eu já disse, não tenho nada contra os negros, mas acho que Walt Disney errou ao criar um orangotango com cara de africano.
6º lugar - GATOS SIAMESES (A Dama e o Vagabundo)
Gatos siameses seriam mais respeitados se o pai do Mickey não avacalhasse com os negros novamente.
Eu realmente não sei o que dizer ou fazer piada sobre isso, então vamos ao próximo personagem.
5º lugar - PRINCESA TIARA (A Princesa e o Sapo)
Vocês devem estar se perguntando: "Porque picas a Disney demorou para lançar esse filme?"
A resposta está na foto acima!
OH! PELA BARBA DO EX-PRESIDENTE LULA!!
DEMORARAM PORQUE A PRINCESA É NEGRA!!!
Porra, Walt Disney! Devia ter lançado no auge do filme Pinóquio, porque lançou só agora?
Realmente, o estúdio tem sérios problemas de racismo até hoje.
4º lugar - OS INDÍGENAS (Peter Pan - De Volta à Terra do Nunca)
Francamente, eu...
Não posso fazer piada sobre isso.
Próximo!!!
3º lugar - SR. POPO (DragonBallZ Kai)
Todo mundo deve ter visto este ou outro desenho de Dragon Ball ou Dragon Ball Z, então deve se lembrar de Sr. Popo. Aí você me pergunta: "Que diabos é o Sr. Popo?"
Na imagem acima deu para ver que era uma espécie de vidente ou gênio da lâmpada com a pele negra e mais tarde alterada para azul.
Eu já disse antes e direi de novo: não tenho NADA contra os negros. A maioria dos meus amigos são negros, qualquer um tem um amigo negro.
2º lugar - OS BRASILEIROS (Os Simpsons)
O desenho do cartunista Matt Groening ficou conhecido por fazer sátira de grupos étnicos, trazendo um asiático, um afro-americano "gay" e um baiano. Mas a polêmica pegou forte no episódio O Feitiço de Lisa, onde nós fomos retratados como macacos, com violência nas ruas, orfanatos com crianças que eles chamam de "Anjos Imundos" (como mostrado acima), infestação de ratos etc. Em um outro episódio, Lisa diz que o restaurante do capitão que-não-sei-o-nome é o lugar mais sujo que ela já foi. Quando Bart pergunta do nosso país, ela diz: "Depois do Brasil". Além disso, em outro episódio, Krusty diz que queria mandar seu mascote de volta ao Brasil, mas "o problema dos macacos ficou pior". E Fernando Henrique Cardoso declarou que o episódio "mostrou uma versão distorcida do Rio de Janeiro". Valeu, Matt Groening! Por sua causa, os cariocas estão recebendo menos turistas!!!
1º lugar - LIGEIRINHO (Looney Tunes)
Arriba, arriba! Andale, Andale! Esses eram os bordões do rato mexicano mais rápido do mundo (talvez até mais rápido que o Flash ou o Papa-Léguas). É aí que você me pergunta: "Cadê a ofensa desse desenho?"
E é aqui que eu respondo: em 2000, o canal Cartoon Network negou exibir os episódios de Ligeirinho por mostrar cruéis retratações dos mexicanos (os amigos de Ligeirinho foram mostrados como lentos e preguiçosos). O personagem voltou a aparecer em The Looney Tunes Show, com uma atualizada no design.
E isso é tudo, pessoal!

Nenhum comentário:

Postar um comentário